• Algumas curiosidades sobre o Rock In Rio

    O Rock in Rio é um dos maiores festivais de música do mundo! Sua primeira edição ocorreu em 1985, na cidade do Rio de Janeiro e, desde a sua criação, já ganhou outras edições, tanto no Brasil como em outras partes do mundo. Ainda na sua primeira edição, já se tornou um evento de repercussão em nível mundial, mas não foi fácil atingir esse patamar.

    O Rock In Rio elevando Brasil e outro patamar

    Queen Rock In RioAté o Rock In Rio, o Brasil não era acostumado a receber atrações internacionais com muita frequência. De grandes artistas, apenas o Van Halen, o Kiss, o Peter Frampton e o Queen tinham se apresentado por aqui. Para Medina, idealizador do festival, conseguir que outros artistas aceitassem vir tocar no país, ele precisou criar algumas mentiras. Por exemplo, ele falou para o Ozzy Osbourne que o Iron Maiden já havia aceitado o convite. Para o Iron Maiden ele falou que o Ozzy Osbourne já tinha aceitado. Na verdade, ninguém ainda havia aceitado, mas quando os artistas viam que outros da mesma linha tinha aceitado, acabavam aceitando também.
    O Queen foi a atração principal daquela primeira edição. A banda, apesar de lotar estádios em todo o mundo, tinha problemas para tocar nos EUA, o que levou a banda a buscar novos mercados, e isso incluía a América do Sul. O poder de fogo da banda era tanto, que toda a iluminação utilizada no festival era deles.
    O local onde ocorreu o festival era uma área isolada da cidade e precisou de muitas máquinas para terraplanar o local. Fora que ainda havia um outro problema, pois o terreno era um encharco. Quando a chuva caiu nos primeiros dias dos shows, tudo virou um grande lamaçal.
    As bandas nacionais sofreram nas mãos de produtores americanos. Naquela época, os artistas nacionais não tinham conhecimento com equipamentos de ponta. Era comum os artistas nacionais reclamarem do volume do som ou da equalização, já que os produtores deixavam a melhor parte para as atrações que tocariam na parte da noite, que eram os artistas internacionais.
    Naquela primeira edição, o número de shows foi algo exorbitante. Cada banda se apresentava duas vezes no Festival. Apenas o Iron Maiden não pôde tocar em dois dias, em função da agenda de shows.
    A primeira edição se tornou um marco histórico dentro da música pop brasileira. Após o festival houve uma explosão do rock nacional, que passaram a tocar em estações de rádio de todo o país. Algumas bandas que estavam em início de carreira, como Barão Vermelho, Kid Abelha e Paralamas do Sucesso, viram suas vidas se transformarem.

    Alguns momentos foram eternizados na memória de quem estava lá e de quem viu de casa pela transmissão da Rede Globo. Só para citar alguns:
    01. Cazuza cantando “Pro dia nascer feliz”, justamente quando Tancredo Neves teve uma importante vitória para tirar o Brasil da ditadura;
    02. Paralamas do Sucesso, de bermudas, quase garotos, tocando para uma plateia gigante;
    03. Pepeu Gomes e Baby do Brasil tocando juntos e ela grávida sambando no palco;
    04. Kid Abelha enfrentando fãs de heavy metal enfurecidos no primeiro show da banda. Mesmo assim a Paula Toller, levou o show até o final;
    05. James Taylor vendo sua carreira renascer no Brasil, ele que já pensava em aposentadoria. Ele compôs uma canção para agradecer aquele momento chamada “Only a dream in Rio”;
    06. O Iron Maiden ensandecido no palco, saciando toda a sede de fãs de heavy metal, que nunca tinham visto algo do tipo no país;
    07. Rita Lee não queria tocar, só aceitou para provar que os rumores de que ela estava com câncer e em estado terminal, era mentira;
    08. E sem dúvidas a imagem que percorreu os anos e se tornou um símbolo daquela época: Freddie Mercury regendo um coro de mais de 250 mil vozes, cantando em uníssono “Love of my life”. Isso se tornou tão importante para eles, que apareceu até no filme Bohemian Rhapsody, lançado em 2018.

    Ao longo de mais de 30 anos, o Rock in Rio teve 18 edições, sete no Brasil, oito em Portugal, três na Espanha e uma nos Estados Unidos. Em 2008, foi realizado pela primeira vez em dois locais diferentes, Lisboa e Madrid. Para edição 2019, já tem nomes confirmados como Seal, Scorpions, Iron Maiden, Sepultura, Black Eyed Peas, Anitta, Muse, Imagine Dragons e Paralamas do Sucesso.A agência de turismo De Passaporte, pensando na comodidade e economia de todos os interessados no evento, preparou uma campanha especial. São passagens aéreas com tarifas reduzidas, no período do evento. Além disso, preparou também hospedagens com descontos exclusivos, nas imediações do Parque Olímpico. Não tem como ficar de fora dessa edição!

    Clique aqui e veja nossa campanha promocional: depassaporte.com.br/rockinrio

    Deixe seu comentário
  • O Carnatal está chegando, conheça sua história!

    Carnatal é o carnaval fora de época da cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, Brasil. Realizado anualmente no começo do mês de dezembro, ele é organizado na Praça de Eventos da Arena das Dunas. Está no Guinness Book como o maior carnaval fora de época do mundo, reunindo cerca de um milhão de pessoas nos seus quatro dias de festa. Em 2018 o evento será realizado de 13 à 16 de dezembro.

    O primeiro Carnatal ocorreu no ano de 1991 e foi realizado no centro da cidade, com apenas 3 blocos, entre eles o Bloco Caju, animados por Netinho, Banda Mel e Banda Cheiro de Amor. No circuito, havia 12 camarotes e nenhuma arquibancada. No ano de 1992 é criado o bloco Burro Elétrico, formado pelos jornalistas que cobrem o evento, o bloco Bicho Papão puxado pelo cantor Ricardo Chaves e a banda Asa de Águia com o bloco Jerimum chegam para ficar. Em 1993 a estrutura era maior, com a adição das arquibancadas ao lado do ginásio Palácio dos Esportes e a novidade foi a criação do bloco Nana Banana animado pelo Chiclete com Banana.

    A festa cresceu e, devido a reivindicações de moradores do bairro, teve que ser transferida para o largo do estádio Machadão em 1994, onde foram montados 525 camarotes. Nesse ano já eram 14 blocos e mais de 50 mil foliões. Nos anos seguintes a estrutura continuou a mesma com acréscimos de mais blocos. No ano de 1997, o Carnatal teve a participação de um bloco puxado pelo grupo É o Tchan!, que tinha destacado espaço na mídia, o que contribuiu para divulgação do evento. Em 1999 o Carnatal foi a maior festa das comemorações dos 400 anos da cidade de Natal, foram 10 blocos animados pelos principais artistas da música baiana.

    No ano 2000 o evento trouxe pela primeira vez a banda Harmonia do Samba e o rock invadiu o evento com a apresentação da banda Jota Quest. Neste ano, a cantora Daniela Mercury anunciou que não puxaria mais blocos de trio, sendo sua última micareta, porém voltando em 2002 para dividir o trio com Ricardo Chaves. Em 2001, a cantora Ivete Sangalo volta ao Carnatal depois de sair da Banda Eva. No Carnatal 2002, além da volta de Daniela Mercury, outra novidade foi a estreia da banda Babado Novo no bloco Caju. Em 2003 e 2004 o evento continuou trazendo muitas atrações em diferentes blocos. No Carnatal 2005, a grande novidade foi a estreia do bloco Cerveja & Coco, parceria entre Ivete Sangalo e Asa de Aguia.

    O Carnatal consolidou-se como o principal evento do calendário turístico de Natal. Em 2010 compõe-se de 10 blocos, tais como puxados por bandas e cantores de axé music como também artistas potiguares e bandas de forró que fazem dessa micareta a maior do país.

    Até o ano de 2010, o local do início do percurso fica na Avenida Lima e Silva com a Avenida Prudente de Moraes (largo do Estádio Machadão), no bairro Lagoa Nova. De lá, saia os trios, seguidos pelos foliões, para um percurso de cerca de 3,0 km.

    Mas, com o início das obras da Arena das Dunas, novo estádio para a Copa do Mundo 2014 fez com que o percurso fosse modificado no ano de 2011. Então, o Carnatal 2011 ocorreu no mesmo local com algumas modificações o início do percurso continuou sendo na Av. Prudente de Moraes, mas o ponto de largada dos blocos foi ao lado do autódromo, no sentido zona sul-centro, em vez da antiga rotatória, sem a presença do antigo corredor da folia.

    Em 2013, o Carnatal teve um percurso e local provisório devido obras de mobilidade urbana; assim, o percurso dos trios elétricos invadiu o Parque Aristófanes Fernandes, já em Parnamirim, região metropolitana de Natal.

    Em 2014, o evento voltou para seu local onde se consagrou, sendo realizado na Área Externa da Arena das Dunas, num formato indoor assim como o ano anterior.

    Fontes:
    pt.wikipedia.org/wiki/Carnatal
    carnatal.com.br

    Clicando na imagem abaixo você encontra passagens aéreas, hospedagem, transfer e seguro viagem com tarifas especiais para o período do evento.

    blogcarnatal

     

    Deixe seu comentário
  • Congresso Pan-Amazônico de Ciências Farmacêuticas

    Nos dias 05, 06 e 07.12, Belém será novamente palco de um momento ímpar de intercâmbio técnico-científico e sociocultural da profissão farmacêutica: a 2ª edição do Congresso Pan-Amazônico de Ciências Farmacêuticas.

    Realizado pelo Conselho Regional de Farmácia do Pará sob o tema central “Cuidando do Desenvolvimento Farmacêutico: Uma Travessia para o Futuro”, o momento unirá farmacêuticos, acadêmicos e profissionais de todas as partes da região Pan-Amazônica para discutir os rumos e caminhos em direção futuro da profissão farmacêutica.

    Com temáticas extremamente atuais e debruçando-se sobre a temática do futuro e proatividade, o 2º Congresso Pan-Amazônico de Ciências Farmacêuticas subsidiará o aperfeiçoamento das multifaces de um profissional versátil, evoluído e em consonância com as exigências do ritmo pós-moderno.

    Fonte: congresso.crfpa.org.br

    Clicando na imagem abaixo você encontra passagens aéreas e seguro viagem com tarifas especiais para o período do evento.

    Congresso Pan-Amazônico de Ciências Farmacêuticas

    Deixe seu comentário
  • CONADIS chega em Dezembro!

    O primeiro CONADIS nasceu a partir das provocações das edições anteriores do Congresso Internacional da Diversidade do Semiárido no sentido de pensar nacionalmente os problemas deste espaço. Nesta perspectiva a primeira edição do evento passeia por vários momentos históricos, políticos, econômicos, sociais e ambientais no semiárido vivenciados, trazendo a trajetória das obras contra as secas, da convivência, as tensões existentes e as possibilidades apontadas pela ciência, e provocando comunidade acadêmica e setores da sociedade a pensarem expectativas para o Semiárido brasileiro.

    Objetivos
    Reunir trabalhos que auxiliem a identificar a diversidade do Semiárido brasileiro;
    Promover a produção científica a as diversas formas de produção do conhecimento;
    Congregar pesquisadores no âmbito nacional;
    Realizar atividades que promovam o debate entre os pesquisadores, professores, profissionais, estudantes e demais interessados na temática do evento.

    Publico Alvo
    Estudante de Graduação;
    Estudante de Pós-graduação;
    Professores da educação básica;
    Professores de Ensino Superior/Profissionais;
    Técnicos;
    Publico em geral interessado na área central do evento.

    Fonte: conadis.com.br/sobre-evento.php

    Clicando na imagem abaixo você encontra passagens aéreas, transfer e seguro viagem com tarifas especiais para o período do evento.

    blogconadis

     

    Deixe seu comentário
  • Fiped, saiba mais sobre o evento!

    Em sua décima edição, comemorativa, o FIPED acontecerá em seu berço de origem, a cidade de Pau dos Ferros, interior do Rio Grande do Norte, mais precisamente no Campus Avançado “Professora Maria Elisa Albuquerque Maia” – CAMEAM e terá como tema “10 anos de AINPGP/FIPED: pesquisa, memória e internacionalização”. Justificamos cada uma dessas categorias temáticas, a partir dos seguintes axiomas: (i) Pesquisa: “Não há ensino sem pesquisa e nem pesquisa sem ensino” (FREIRE, 1996); (ii) Memória: “Na maior parte das vezes, lembrar não é reviver, mas refazer, reconstruir, repensar, com imagens e ideias de hoje, as experiências do passado. A memória não é sonho, é trabalho” (ECLEA BOSI, 1994); e, (iii) Internacionalização: “Sou a favor da internacionalização da cultura, mas não acabando as peculiaridades locais e nacionais” (ARIANO SUASSUNA, Entrevista à Revista Veja, em julho de 1996).

    Inspirado no formato do Fórum Acadêmico de Letras (FALE), o FIPED foi criado no Brasil, em 2008, vinculado ao Departamento de Educação, da UERN/Campus de Pau dos Ferros, centrado na pedagogia como processo educativo e na formação de professores.

    Com sua expansão nacional e internacional, o FIPED cresceu e se tornou um evento de referência que tem congregado todas as áreas científicas comprometidas com a investigação sobre a formação dos estudantes de graduação. O formato deste evento é semelhante ao de outros encontros científicos, com a grande particularidade de que, no FIPED, se pretende que os alunos de graduação sejam os atores principais, assumindo responsabilidades e desempenhando um papel ativo em todos os aspectos do evento.

    Como forma de evidenciar sua proposta formativa, as atividades programadas para cada edição do FIPED incluem comunicações, conferências e mesas redondas, bem como oficinas voltadas para a formação em pesquisa do aluno de graduação. Nesta edição (27 a 30 de novembro de 2018), comemorativa dos 10 anos de sua criação, o FIPED retorna ao seu berço de origem, tendo como temática “10 anos de AINPGP/FIPED: pesquisa, memória e internacionalização”.

    Pretende-se, com essa edição, reforçar o compromisso do FIPED com o estímulo à pesquisa na graduação, e, por conseguinte, o fortalecimento da pós-graduação, mas também difundir a proposta de sua interiorização e internacionalização, considerando o seu papel de fórum integrador como rede de conhecimento.

    Fonte: xfiped.com.br/sobre

    Nesta página você encontra passagens aéreas, hospedagem e seguro viagem com tarifas especiais para o período do evento: xfiped.depassaporte.com.br

    blogfiped

    Deixe seu comentário
  • ENEI está chegando! Conheça mais sobre o evento.

    O Encontro Nacional de Estudantes Indígenas – ENEI é um espaço que visa reunir estudantes indígenas do ensino superior de todo o Brasil, proporcionando a troca de saberes, discussão e socialização de experiências de pesquisas no ensino superior indígena, sobre saberes locais, educação, saúde, gestão territorial, direito, entre outros. O espaço do encontro é privilegiado, pois conta com interlocutores, estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores indígenas e não indígenas, sobretudo no que tange às práticas educacionais.

    O VI ENEI, terá como tema: Territorialidade, Lutas e Resistência dos Povos Indígenas: Do Tekoha à Universidade. A escolha do tema teve como princípio mostrar o protagonismo dos estudantes indígenas no contexto acadêmico, valorizando o movimento indígena nacional. Dessa forma, tentando dar visibilidade e demarcar os diferentes espaços no ensino superior, tem como perspectiva a tentativa de descolonizar o conhecimento e saberes sobre os povos indígenas.

    O evento ocorre entre os dias 11 e 15 de outubro de 2018 no Aldeia Jaguapiru, em Dourados – MS.

    Para comprar passagens aéreas e seguro viagem para o evento com tarifas promocionais, e contar com atendimento via telefone, e-mail, WhatsApp e chat online clique no banner abaixo.

    ENEI

    Fonte: vi-eneims.wixsite.com/vieneidouradosms

    Deixe seu comentário
  • SGFNE, saiba a história do evento!

    A ideia de um evento regional surgiu em 2005, durante o XI Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada (SBGFA) que ocorreu em Natal (RN). Criou-se então, o Simpósio de Geografia Física do Nordeste (SGFNE). O I SGFNE ocorreu na URCA (Crato-CE) com o tema central foi “Ambiente e Ordenamento Territorial no Nordeste Brasileiro”. A programação contou conferências, palestras, mesas-redondas, GT’s, minicursos e apresentação de trabalhos. Os artigos foram publicados nos Cadernos de Ciência e Cultura da URCA (ISSN 1980-5861). Participação instituições tais como URCA, UFC, UECE, UVA, UFRN, UERN, UFPB e UFPE.

    O II SGFNE foi em 2008 (para intercalar com o SBGFA) na UFPB, em João Pessoa. O tema central foi “Sustentabilidade e Meio Ambiente”. A programação teve o mesmo formato da edição anterior. Os trabalhos foram publicados na Revista Okara: Geografia em debate (ISSN 1983-3878). Participaram as instituições URCA, UECE, UVA, UFRN, UFPB, UFPE, UFC, UFAL, UFS, UFPI, UEMA, UERN e UFBA.

    A crise das IES públicas na época e a falta de apoio das agências de fomento, levou a impossibilidade da manutenção da periodicidade dos SGFNE’s.

    O III SGFNE foi realizado apenas em 2016, em Caicó (RN), com o tema central “Geografia Física do Semiárido”. Participaram URCA, UECE, UVA, UFRN, UFPB, UFPE, UFC, UFRB, UFS, UFPI, UESPI, UERN, IFS, IFPI e UFBA. Constou de mesas-redondas, excursões, minicursos e apresentação de trabalhos. Os trabalhos foram publicados na Revista de Geociência do Nordeste (ISSN 2447-3359) e no periódico Caderno de Geografia (ISSN 2318-2962).

    Com a periodicidade estabelecida, o IV SGFNE será em Sobral (CE), na Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA, de 9 a 11/10/2018. A temática central será “PERSPECTIVAS DA GEOGRAFIA FÍSICA DO NORDESTE BRASILEIRO: PRODUÇÃO E DESAFIOS”. A programação manterá o formato. Os resumos comporão os anais e os trabalhos completos edições especiais da Revista da Casa da Geografia de Sobral (ISSN 2316-8056) e em outro periódico a se definir.

    A principal finalidade do IV SGFNE é realizar um panorama das perspectivas da Geografia Física do Nordeste brasileiro por meio da discussão/exposição da produção atual e dos novos desafios impostos ao seu desenvolvimento técnico-científico.

    Algumas áreas do conhecimento da Geografia Física nordestina vêm em franco desenvolvimento tais como os estudos geomorfológicos no âmbito das análises de bacias hidrográficas e da dinâmica costeira, assim como os estudos geográficos do clima de médias e pequenas cidades e sobre geodiversidade vêm tomando corpo nos cursos de pós-graduação.

    Pesquisas voltadas aos eventos extremos, desastres naturais e às análises de risco e vulnerabilidade socioambientais estão crescendo e se associando ao desenvolvendo de novas aplicações das geotecnologias.

    Contudo, áreas clássicas da Geografia Física tais como a Biogeografia e a Pedologia vêm perdendo espaço nos temas de dissertações e teses e de projetos institucionais de pesquisa.

    Expor os avanços, avaliar as tendências, refletir sobre os retrocessos e as necessidades técnico-científicas atuais e vindouras e apontar algumas estratégias no contexto regional da produção científica em Geografia Física compõem as finalidades específicas dessa edição do SGFNE.

    Para comprar passagens aéreas, hospedagem e seguro viagem para o evento com tarifas promocionais, e contar com atendimento via telefone, e-mail, WhatsApp e chat online clique no banner abaixo.

    sgfne

    Fonte: ivsgfne.wixsite.com/sgfne/apresentacao
    Deixe seu comentário
  • Vem aí o INNOVATION Polishop

    Polishop, a maior empresa multicanal do mundo apresenta o Polishop INNOVATION 2018, um evento gigantesco, inovador, inspirador e imperdível.

    Em outubro, o presidente João Appolinário e líderes do canal estarão reunidos no São Paulo Expo para dividir suas experiências, suas conquistas e seus estilos de vida com milhares de empreendedores.

    Polishop INNOVATION 2018 vai ter também: grandes lançamentos, emocionantes reconhecimentos e anúncios das viagens Polishop DESTINATION 2019, e mais, você vai acompanhar ao vivo a escolha da Miss São Paulo Be Emotion que vai representar o estado no Miss Brasil Be Emotion 2019.

    Para comprar passagens aéreas, hospedagem, transfer e seguro viagem para o evento com tarifas promocionais, e contar com atendimento via telefone, e-mail, WhatsApp e chat online clique no banner abaixo.

    innovation

    Fonte: polishop.vc/incentivos/eventos

     

    Deixe seu comentário
  • Agile Brazil, saiba mais sobre o evento!

    A Agile Brazil 2018 será realizada em Campinas, São Paulo. Cada edição do evento reuniu perto de oitocentos participantes do cenário de tecnologia brasileiro e diversos palestrantes de renome nacional e internacional. E para este ano, queremos muito mais.

    Métodos, processos, práticas e até mesmo o mindset ágil vêm sendo lapidados e desafiados há muitos anos, das mais diversas maneiras. Ainda estamos descobrindo melhores formas de entregar valor, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazerem o mesmo. De startups a grandes corporações, de práticas de engenharia de software (como integração contínua, pair programming, código limpo, dentre outras) à gestão em novas estruturas organizacionais, de estagiários a executivos: hoje a agilidade está por todos os lados. Agilidade já não é mais apenas o que foi definido em 2001, e a Agile Brazil 2018 vai instigar a discussão sobre a atualidade e as possibilidades que estamos construindo. Venha compor conosco o panorama do presente e do futuro da agilidade!

    Fonte: www.agilebrazil.com/2018/sobre/

    Para saber mais sobre o evento acesse agilebrazil.com e para adquirir passagens aéreas e hospedagem com valores promocionais para o período do evento visite agilebrazil.depassaporte.com.br

    agile brazil

    Deixe seu comentário
  • Dicas de Viagem: São Luís

    São Luís, a Ilha do Amor, famosa Atenas brasileira, local bonito e acolhedor com varias opções de entretenimento para o turista.

    Sua temperatura, condizente ao clima tropical semi-úmido deixa o clima perfeito para banhos de mar. São Marcos, Ponta d’Areia e do Calhau são as melhores opções e mais famosas praias.

    Caso deseje um viés mais cultural para sua viagem, a grande atração é o centro histórico da cidade, declarado em 1997 patrimônio cultural de humanidade pela UNESCO. O centro abriga espaços culturais, museus, lojas e restaurantes que permaneceram com a faxada de coloridos azulejos portugueses.

    A desmostração cultural não para no centro histórico, durante os meses de junho e julho a cidade é tomada pelo movimento do Bumba-Meu-Boi, o que atrai turistas de todo o país.

    O lado musical é dominado pelo Reggae, ritmo que é presente em todo local e estabelecimentos, toda essa admiração ao estilo musical deu a São Luís o titulo de Jamaica Brasileira.

    A De Passaporte acompanha você nessa viagem com as ofertas de passagens aéreas, hospedagem e todo suporte do nosso atendimento, antes, durante e após a compra.

    São Luís

    Deixe seu comentário
Página 1 de 3123